Como escolher um cirurgião plástico?

Muitas vezes o sucesso da cirurgia não está exatamente na técnica que vai ser utilizada, mas na escolha correto do médico então, como escolher um Cirurgião Plástico.

como escolher um cirurgião plástico

O facebook e o instagram todo dia bombardeia a gente com um punhado de informações.

Se a gente procura por cirurgia plástica, em pouco tempo só aparece isso na nossa time line.

Aí aparece um doutor falando pra fazer desse jeito e mostrando resultados lindos, depois aparece outro doutro falando pra fazer de outro jeito e mostrando também resultado dos sonhos.

De repente aparece um que fala que usa uma técnica super nova que resolve todos os problemas, que não precisa de repouso, que nunca dá errado, ou seja é garantida. E ainda diz que aquele que não faz como ele, tá fazendo errado.

O médico das estrelas …

Essa é legal também.

Tem médico que posta que só opera as celebridades e as estrelas. Outro tira foto com alguma famosa para você achar que ele é de muito sucesso e que o meio que ele vive é só o dos holofotes.

Ah! Ainda tem aquele que fala no stories dele que ele tá num congresso e que vai trazer um monte de novidades. Que é para você ligar no consultório e agendar, mas que só tem vaga para sei lá, 6 meses.

Por fim, dos que eu me lembro, tem até os que fazem dancinha ou outras micagens para chamar sua atenção.

Eu ia me esquecendo. Tem ainda aqueles que trocam cirurgia por blogagem e aí tem alguém bastante influente e normalmente bonita e descolada falando bem desse médico enquanto durar a permuta.

Siga o dr. Assaad Naim nas redes sociais

Instagram Facebook YouTube

E o preço, como escolher um cirurgião plástico?

Quantas vezes a gente não vê um médico falando quanto custa ou como ele parcela.

Às vezes não é o médico mesmo que coloca, mas a clínica onde ele trabalha.

Outros escrevem assim, a sua consulta será de graça.

O médico sério!

Se você pesquisar um pouco mais, vai encontrar também aquele médico que não faz nada disso que eu escrevi.

É aquele médico que não usa muito a tecnologia e as redes a seu favor. Normalmente é aquele médico com poucos seguidores e que tem um perfil profissional e outro pessoal.

Com certeza é aquele médico meio sem graça que quando posta alguma coisa é sempre conteúdo informativo.

Que te responde sempre de maneira formal.

Enfim, não chama muito a atenção.

Nossa! Fiquei confuso, como escolher um cirurgião plástico então?

Pois bem, a primeira coisa que eu tenho para te falar é que, o motivo para existirem tantas formas de chamar sua atenção, é porque existem muitos perfis diferentes de pacientes.

Cada pessoa tem sua atenção capturada de forma diferente.

Tem pessoas que gostam de uma comunicação mais descontraída, brincalhona.

Outras só vão pegar confiança se virem resultados de antes e depois.

Tem umas que estão mais de olho no preço e tem outras que querem sentir confiança no médico e preferem que ele seja mais sério.

Mas alguma dessa coisas é errada?

Sim.

Todo médico está sujeito a código de conduta que se chama Código de Ética Médica.

Esse código serve exatamente para dizer o que o médico pode ou não fazer para que a medicina não vire um comércio ou pior uma profissão onde todo mundo faz o que quer.

A gente não pode nunca esquecer que o médico cuida de pessoas e elas têm que ser respeitadas.

Primeiramente eu quero deixar claro que não estou aqui concordando nem discordando do Código de Ética, mas o que é ético, é ético. O que não é ético, é antiético e ponto.

Só para que esse assunto fique claro vamos pensar da seguinte forma. Dentro de uma sociedade, a pessoa coloca um biquini para ir na praia ou na piscina. A pessoa não coloca um biquini para ir no cinema ou num restaurante.

Então ir de biquini na praia é ético, no teatro é antiético.

Portanto, algumas coisa vão contra o Código de Ética, quer ver?

O médico é proibido de divulgar preço dos seus procedimentos. Se ele divulga, ele é antiético. O médico também não pode passar preços de procedimentos antes da consulta médica, nem pelo privado, nem tipo, mais ou menos como muitas pessoas pedem.

Outra coisa proibida pelo Código de Ética é mostrar fotos de antes e depois. Mesmo se a paciente autorizar. Fotos serão usadas apenas se forem absolutamente necessárias para explicar alguma coisa. Então, fotos com celebridades, fotos repostadas e outras coisas assim são proibidas.

Dancinha pode.

Agora dizer que a sua técnica é a melhor ou até mesmo a única ou que ele é o único que sabe fazer ou só quem aprendeu com aquele médico é que sabe fazer, é totalmente antiético.

A lista é muito grande mas o principal está aí.

Puxa como então eu vou escolher um cirurgião plástico?

Bom vamos lá.

Se o médico que você pensava em procurar faz alguma dessas coisas, não significa que ele não sabe operar, significa que por algum motivo ele não respeita o Código de Ética Médica.

E na minha opinião, se ele não respeita a lei que regulamenta os próprios médicos, o que será que ele vai respeitar. Você?

Assim que você escolher o nome de um médico que você quer se consultar, pesquise o nome dele na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e veja se ele é realmente um Cirurgião Plástico.

Outra coisa muito boa é procurar por pessoas que já operaram com esse médico. Se você não conhecer ninguém, vá nas redes sociais desse médico. A maioria dos seguidores são também pacientes. Chame alguma delas no privado e veja se você consegue alguma informação que te ajude.

Ainda nas redes sociais, veja se esse médico fere o Código de Ética Médica.

Vá ao Google e veja se há reclamações sobre esse médico. Analise as queixas com cuidado.

Com certeza que há mais coisas que te ajudem a escolher um cirurgião plástico mas acredito que se começar por aí você estará no caminho certo

Por fim, e talvez mais importante, vá à consulta e escute o que o médico vai te falar, o que ele te promete, que garantias ele te dá, enfim se ele te passa confiança ou não.

Depois vem o preço e aí você vai ver se pode operar ou não.

Leia mais sobre Cirurgia Plástica!

Blefaroplastia

Dr. Assaad Naim

Formado em medicina em 1993. Especialista em Cirurgia Plástica e Cirurgia Geral. Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Professor da Faculdade de Medicina da UFMT.

Deixe um comentário