O mamilo ou “bico do peito” é aquela saliência da mama que se localiza bem no centro da aréola. No mamilo chegam os canais lactíferos por onde sairá o leite no momento da amamentação. Algumas mulheres têm mamilos retraídos o que pode ser visto por entradas como fendas bem no centro da mama ao invés da presença de saliência. Essa situação se não for corrigida pode levar a dificuldade na amamentação e aparecimento de rachaduras o que faz com que a mãe sinta dor e interrompa a lactação.

Em outros casos o mamilo é de tamanho avantajado incompatível com o tamanho da aréola ou da mama como um todo. Esse aumento pode ser tanto no comprimento como no diâmetro da base ou em ambos.

Para o caso do mamilo invertido, a correção é relativamente simples e realizada sob anestesia local mais sedação leve saiba mais. Realiza-se um corte através do mamilo até os tecidos profundos num ângulo de noventa graus em relação à pele e depois é feita a sutura com exteriorização do mamilo.

Por vezes o resultado não é um mamilo pronunciado, mas sim plano, mas que no momento da lactação, por ação dos músculos do complexo aréolo mamilar somado à força de sucção, everte-se se tornando saliente e facilitando a saída do leite.

Nos casos de mamilos grandes tanto na base como na altura, a anestesia dada é a mesma, local com sedação leve saiba mais, porém a intenção agora é diminuir os mamilos e para isso existem diversas técnicas.

Em qualquer uma das situações descritas acima, as cicatrizes são imperceptíveis em decorrência do tecido que forma essa estrutura. A sensibilidade e a motricidade do complexo aréolo mamilar ficam preservadas.

A única ressalva a ser feita é que no caso de redução do mamilo pode haver uma fibrose dos canais lactíferos com interrupção da saída de leite. Esse fato não é absoluto e temos casos de mulheres que amamentaram normalmente após a mamiloplastia, porém devem ser discutidas todas as possibilidades com a paciente.

Todos os procedimentos são realizados em ambientes cirúrgicos e a alta hospitalar ocorre algumas horas após o procedimento. Os pontos são retirados cerca de sete a dez dias após a cirurgia e o período para se engravidar não deve ser inferior a seis meses.

Dr. Assaad Naim

Cirurgião Plástico

Deixe uma resposta